Política

TSE não vê irregularidades em divulgação de boletins de votação no Exterior

Imagens com extratos de votos em urnas já apuradas de eleitores que votaram no Exterior estão circulando nas redes sociais e aplicativos de mensagem desde o início da manhã deste domingo (7). Em locais como Japão, segundo maior colégio eleitoral no exterior, as urnas se fecharam no início da manhã devido à diferença de fuso […]

Patrícia Penzin Publicado em 07/10/2018, às 15h59 - Atualizado às 16h02

Boletim circulou pelas redes sociais nesta manhã
Boletim circulou pelas redes sociais nesta manhã - Boletim circulou pelas redes sociais nesta manhã

Imagens com extratos de votos em urnas já apuradas de eleitores que votaram no Exterior estão circulando nas redes sociais e aplicativos de mensagem desde o início da manhã deste domingo (7).

Em locais como Japão, segundo maior colégio eleitoral no exterior, as urnas se fecharam no início da manhã devido à diferença de fuso horário.

Alguns brasileiros tiraram fotos de boletins que consolidam resultados de cada seção e compartilharam em redes sociais.

Segundo o site UOL, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) diz que fotografar e divulgar imagens desses papéis não representa ilegalidade. O órgão, no entanto, diz que a contagem paralela dos votos não tem validade, uma vez que não passa pela auditoria do órgão.

Jornal Midiamax