Sem agenda até 30 de junho, candidato do PSOL rejeita ‘pré-campanha’

João Danieze diz que irá focar em campanha nas redes sociais
| 25/05/2018
- 12:51
Sem agenda até 30 de junho, candidato do PSOL rejeita ‘pré-campanha’

Pré-candidato ao governo do Estado, o advogado João Alfredo Danieze () revelou que não irá realizar nenhuma atividade de pré-campanha até o dia 30 de junho, quando irá lançar a candidatura oficial ao governo.

“Nós discordamos da forma como os outros partidos têm agido antecipadamente, embora saibamos que a legislação permite esse tipo de campanha antecipada, o que a meu ver é uma ‘excrescência legislativa’”, declarou o pré-candidato.

Segundo Danieze, que já foi vice-prefeito de Ribas do Rio Pardo, o PSOL irá lançar sua campanha ao governo “de uma forma discreta e interna” no dia 30 de junho. Só nesse período é que o partido irá dar início a tratativas a respeito de alianças.

“Não temos necessidade de abraçar candidaturas que não nos convém”, disse o pré-candidato. “As alianças serão discutidas no período que a legislação eleitoral permite que se façam convenções, que é final de julho e início de agosto”, disse.

Questionado se o adiamento do início da campanha poderia prejudicar o pleito do PSOL ao governo, Danieze minimizou alegando que irá focar no uso das redes sociais durante a pré-campanha.

“O partido pretende gastar um custo mínimo, já que o PSOL tem uma das menores participações de fundo entre os partidos. Então nós iremos usar as redes sociais para fazer campanha no curto período que a legislação permite”, declarou.

Veja também

Serviço de locação do buffet custará R$ 49,5 mil ao Tribunal

Últimas notícias