Política

PSDB aceita possibilidade de dividir chapas para abrigar federais, diz Assis

Secretário de Administração do governo de Mato Grosso do Sul, Carlos Alberto Assis, que deve se licenciar do cargo até o fim do mês para coordenar a campanha de Reinaldo Azambuja à reeleição, admitiu nesta quarta-feira (18) que os tucanos estudam dividir a chapa de pré-candidatos a deputados federais para dar mais chances aos aliados. […]

Evelin Cáceres Publicado em 18/07/2018, às 12h43 - Atualizado às 19h35

(Foto: Marcos Ermínio)
(Foto: Marcos Ermínio) - (Foto: Marcos Ermínio)
PSDB aceita possibilidade de dividir chapas para abrigar federais, diz Assis
Assis diz que PSDB tem que ter a capacidade de atender a todas as solicitações (Foto: Marcos Ermínio)

Secretário de Administração do governo de Mato Grosso do Sul, Carlos Alberto Assis, que deve se licenciar do cargo até o fim do mês para coordenar a campanha de Reinaldo Azambuja à reeleição, admitiu nesta quarta-feira (18) que os tucanos estudam dividir a chapa de pré-candidatos a deputados federais para dar mais chances aos aliados.

“É uma vertente para que a gente possa equacionar este problema que está aí. Não existe inchaço, existem vários partidos que confiam na proposta do PSDB e no governador Reinaldo, que é um homem que cumpre a sua palavra e seus compromissos e isso atrai aliados. Agora nós temos que ter a capacidade de atender a todas as solicitações que caibam dentro deste projeto”, explicou.

Para Assis, é natural que cada um queira ocupar um espaço. “Mas o PSDB não vai discutir nada sozinho. Tudo é decidido sentado em uma mesa com todos os pretensos aliados para que saiam de comum acordo, para que todos tenham seus anseios atendidos”.

Aliança com DEM, PP, PSB e PTB

O secretário diz que atualmente existe grande possibilidade do DEM fechar a chapa com o PSDB. E contabiliza conversas ‘muito adiantadas’ com o PP, PSB e PTB.

“Existe o interesse do PSDB em ter o DEM e pessoas dentro do partido em caminhar com o projeto tucano. A conversa com o ex-prefeito Alcides Bernal também evoluiu bastante, estamos perto de concluir positivamente e o OS, do Elizeu, bastante adiantado. Temos espaço para todos dentro da coligação. Uma possibilidade de coligação que possa favorecer a todos”.

Sobre Nelsinho Trad, Assis disse que o PSDB conta com a aliança. “Só não posso dizer que estamos 100% por conta da convenção. Estamos 99,9% finalizando”, concluiu.

Jornal Midiamax