Política

Presidente da CUT-MS preso no RS é solto e já iniciou retorno à Capital

Genilson Duarte deve chegar em Campo Grande no fim da tarde desta terça

Richelieu Pereira Publicado em 30/01/2018, às 14h11

None

Genilson Duarte deve chegar em Campo Grande no fim da tarde desta terça

O presidente da CUT-MS (Central Única dos Trabalhadores), Genilson Duarte, foi solto nesta terça-feira (30) e deve chegar a Campo Grande na tarde de hoje, de acordo com informação da assessoria e da defesa do líder sindical. Ele havia sido preso pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) no Rio Grande do Sul, onde estava para acompanhar o julgamento do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

A revogação da prisão de Genilson foi emitida pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) na sexta-feira (26), mas só foi cumprida após três dias devido aos trâmites legais. “Ele foi solto hoje e deve chegar durante a tarde ao aeroporto”, afirmou o advogado Mário Morandi, responsável pela defesa do presidente da CUT-MS.

O ônibus em que estavam Genilson e outros manifestantes foi parado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e, segundo a corporação, não haviam documentos que comprovassem a legalidade do transporte.Presidente da CUT-MS preso no RS é solto e já iniciou retorno à Capital

O líder da CUT foi detido, no entanto, porque contra ele havia mandado de prisão expedido desde o ano passado em processo que analisa crime de desobediência. Segundo a Central dos Trabalhadores, Genilson deixou de comparecer a uma audiência e, por isso, estava com o mandado em aberto.

“Houve um equívoco, mas agora ele vai responder o processo normalmente”, diz Mário Morandi.

Jornal Midiamax