Política

‘Pré-candidato’, Riedel diz que PSDB terá consenso para disputar o Senado

Partido pode ter outros interessados na vaga

Ludyney Moura Publicado em 06/02/2018, às 12h47 - Atualizado em 18/07/2020, às 00h39

None

Partido pode ter outros interessados na vaga

A cúpula tucana têm afirmado que só vai se aprofundar nas discussões sobre campanha eleitoral após o Carnaval. Um dos pontos a definir dentro do PSDB é a escolha de um nome para disputar uma das duas vagas de Senador.

Um dos interessados em disputar o Senado pelo PSDB, o secretário estadual de governo, Eduardo Riedel, acredita que não haverá disputa, e a escolha será harmônica no ninho.‘Pré-candidato’, Riedel diz que PSDB terá consenso para disputar o Senado

“Estamos caminhando para um consenso”, declarou o secretário, durante a abertura dos trabalhos legislativos de 2018 na Assembleia, na manhã desta terça-feira (6).

O presidente regional do PSDB, deputado Beto Pereira, afirmou que a única definição da legenda é o nome de Reinaldo Azambuja para disputar a reeleição para o governo do Estado. Segundo ele, outros nomes podem, inclusive, apresentar interessem disputar o Senado.

Já o secretário estadual de infraestrutura, Marcelo Miglioli, disse que além dele próprio e do colega Riedel, o deputado federal Geraldo Resende, já demonstrou interesse em ser o nome do tucano para disputar uma vaga no Senado Federal.

“O partido tem bons nomes, não só esses três (Riedel, Miglioli e Resende). No momento oportuno vamos decidir”, frisou Beto Pereira, que emendou ainda que o diretório ainda deve conversar com aliados antes de definir os candidatos majoritários. 

Jornal Midiamax