Política

Reinaldo aposta em terceiro recorde de grãos seguido para safra deste ano em MS

Dados divulgados pelo governo estadual mostram crescimento de exportação

Ludyney Moura Publicado em 29/04/2018, às 15h01 - Atualizado em 30/04/2018, às 08h51

Foto: Divulgação/Semagro
Foto: Divulgação/Semagro - Foto: Divulgação/Semagro

O governo estadual divulgou, neste fim de semana, um balanço que mostra um desempenho positivo da agropecuária em Mato Grosso do sul. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) declarou que os números mostram a importância do setor para região Centro Oeste.

“Pelo terceiro ano consecutivo teremos safra recorde de grãos. Estamos vendo que no Sul o quadro é diferente, há os problemas climáticos e agora o baque da avicultura, com o embargo de pelo menos 30% da produção de frangos. As exportações de soja de Mato Grosso do Sul cresceram mais de 85% no início deste ano. Nossas exportações de carne aumentaram 17%”, revelou Azambuja.

De acordo com assessoria da gestão tucana, enquanto os Estados do Sul, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul terão recuou de 5,4% no setor agropecuário, Mato Grosso do Sul, que deve registrar crescimento de 2% no setor em 2018, ampliou de 1,2% para 1,4% sua participação no bolo das riquezas nacionais. A safra em Mato Grosso do Sul deve ter ser de 9,7 milhões de toneladas. O milho deve render 9,180 milhões de toneladas

Apesar dos números positivos, Reinaldo argumenta que custos com investimentos nas áreas de tecnologia e logísticas podem onerar a cadeia produtiva, e por isso o governo deve oferecer condições e apresentar políticas públicas para oportunizar o crescimento.

“Sabemos que a logística e a tecnologia são meios que hoje oneram muito a agropecuária, mas são fundamentais para tornar a nossa produção cada vez mais competitiva. A busca por melhor produtividade custa muito ao produtor, por isso é preciso também bons preços”, finalizou o tucano.

Jornal Midiamax