Política

Moka reitera que MDB mantém candidatura de André Puccinelli

Lideranças e aliados do ex-governador André Puccinelli, pré-candidato do MDB ao governo estadual e preso desde a última sexta-feira (20), têm reforçado tese de que o partido não cogita substituí-lo na cabeça da chapa. “As medidas cabíveis já estão sendo tomadas pelos advogados. Não há ‘Plano B’ e voltamos a reiterar que o nosso pré-candidato […]

Ludyney Moura Publicado em 25/07/2018, às 08h16 - Atualizado às 08h37

“O melhor que podemos fazer neste momento é ofertar solidariedade e crença na justiça",disse o senador (Foto: Reprodução/Facebook)
“O melhor que podemos fazer neste momento é ofertar solidariedade e crença na justiça",disse o senador (Foto: Reprodução/Facebook) - “O melhor que podemos fazer neste momento é ofertar solidariedade e crença na justiça",disse o senador (Foto: Reprodução/Facebook)
Moka reitera que MDB mantém candidatura de André Puccinelli
“O melhor que podemos fazer neste momento é ofertar solidariedade e crença na justiça”,disse o senador (Foto: Reprodução/Facebook)

Lideranças e aliados do ex-governador André Puccinelli, pré-candidato do MDB ao governo estadual e preso desde a última sexta-feira (20), têm reforçado tese de que o partido não cogita substituí-lo na cabeça da chapa.

“As medidas cabíveis já estão sendo tomadas pelos advogados. Não há ‘Plano B’ e voltamos a reiterar que o nosso pré-candidato ao governo do Mato Grosso do Sul, pelo MDB, é André Puccinelli”, postou em suas redes sociais o senador Waldemir Moka, ainda pré-candidato à reeleição pelo MDB.

Na manhã desta quarta-feira (25), deputados do MDB e aliados foram ao Centro de Triagem onde o ex-governador cumpre prisão preventiva, por decisão da Justiça Federal, ainda em decorrência dos desdobramentos da Operação Lama Asfáltica.

“O melhor que podemos fazer neste momento é ofertar solidariedade e crença na Justiça. Acreditamos que todos os fatos serão esclarecidos e resolvidos, apesar de ocorrer às vésperas da nossa convenção”, declarou Moka.

O MDB já anunciou que mantém sua convenção para o próximo dia 4 de agosto, e espera contar com a presença do ex-governador, que deve ter homologado seu nome para disputar pela 3ª vez o governo do Estado.

Jornal Midiamax