Ex-secretária é presa e vai para presídio acusada de desviar mais de R$ 1 milhão

Rosélia Machado da Silva, ex-secretária em Rio Brilhante, cidade a 160 quilômetros de Campo Grande, foi presa e levada ao presídio feminino da cidade no final da tarde desta quarta-feira (23). Rosélia, que foi tesoureira do prefeito Donato Lopes da Silva (PSDB), é acusada de desviar R$ 1.927.017,01 em novembro de 2017. A decisão da […]
| 24/05/2018
- 00:35
Ex-secretária é presa e vai para presídio acusada de desviar mais de R$ 1 milhão

Rosélia Machado da Silva, ex-secretária em Rio Brilhante, cidade a 160 quilômetros de Campo Grande, foi presa e levada ao presídio feminino da cidade no final da tarde desta quarta-feira (23).

Rosélia, que foi tesoureira do prefeito Donato Lopes da Silva (PSDB), é acusada de desviar R$ 1.927.017,01 em novembro de 2017. A decisão da prisão é do juiz criminal de Rio Brilhante, Jorge Tadashi Kuramoto, confirmada pelo TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) no último dia dois de abril.

De acordo com o site Rio Brilhante News, Rosélia era pessoa de confiança do prefeito Donato quando tesoureira, e durante o período de 2009 a 2010.  Segundo valores atualizados pelo juiz Tadashi Kuramoto, o desvio chegou a R$ 1.927.017,01.

O prefeito Donato Lopes da Silva (PSDB) já foi acusado por nepotismo e improbidade administrativa pelo fato de nomeado sua esposa, Iraci Montanha, num cargo de Assessor Especializado na Prefeitura do município.

Veja também

Últimas notícias