Euler de Azevedo: Reinaldo diz que população ainda não se acostumou com mudanças

Governador disse que sinalização deve garantir mais segurança aos moradores da região
| 07/05/2018
- 21:24
Euler de Azevedo: Reinaldo diz que população ainda não se acostumou com mudanças

Durante agenda nesta segunda-feira (7), o governador (PSDB) afirmou que os condutores ainda não assimilaram as mudanças no tráfego com as obras de duplicação da avenida , corredor noroeste de Campo Grande. “Você não pode numa pista de mão dupla atravessar de um lado para o outro”, disse.

Reinaldo acredita, ainda, que o impasse criado em torno da questão deve ser superado e a sinalização, que começará a ser instalada ainda nesta semana, deve garantir maior segurança e diminuir o número de acidentes no trecho.

“Isso aconteceu quando foi feito na [avenida Eduardo Elias] Zahran. Criou-se o impasse e, com o tempo, as pessoas acostumaram com o fluxo. Eu acho que é algo momentâneo, que estavam acostumados com pista simples e agora é pista de mão dupla”, disse o chefe do Parque dos Poderes.

Problemas

A sinalização da avenida tem preocupado moradores da região e, ainda, representantes da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), já que a via é o principal acesso à universidade.

No último domingo (6), o morador do bairro José Abrão, Nilton Lima dos Santos, de 46 anos, morreu após colisão envolvendo a motocicleta que pilotava, uma Yamaha R1, e um veículo Citroëm C3 de cor prata, em frente ao Mercado Modelo.

Segundo o BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), a colisão ocorreu por volta das 13h30, quando o condutor do veículo tentou mudar de faixa na avenida. Os dois seguiam no mesmo sentido.

Ainda segundo o batalhão, a vítima chegou a ser atendida por uma ambulância avançada do Samu, sendo conduzida ao UPA Vila Almeida, porém, o motociclista não resistiu aos ferimentos e faleceu.

As obras na avenida são realizadas com recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento Rodoviário de Mato Grosso do Sul) e foram orçadas em R$ 17,5 milhões. O sistema de iluminação, segundo o governador, ficará a cargo da Prefeitura.

Veja também

Os investimentos serão feitos em obras de mobilidade urbana, pavimentação, recapeamento e outros

Últimas notícias