Política

Bolsonaro falta quatro vezes mais na Câmara desde que iniciou pré-campanha

Candidato é o que mais falta entre presidenciáveis

Joaquim Padilha Publicado em 31/03/2018, às 10h41

None

Candidato é o que mais falta entre presidenciáveis

Desde o início do ano, quando intensificou sua pré-campanha de viagens dentro e fora do país, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) tem faltado quatro vezes mais nas sessões da Câmara dos Deputados, em relação a 2017.

O levantamento foi feito pela Folha, que comparou as faltas de Bolsonaro com outros presidenciáveis com mandatos legislativos. Entre Rodrigo Maia (DEM), Alvaro Dias (Podemos), Fernando Collor (PTC), Manuela D’ávila (PCdoB), Bolsonaro é foi o que mais teve ausências não justificadas no Congresso Nacional. 

Dos 119 dias com sessões de presença obrigatória em 2017, Bolsonaro faltou 13,5% do total, o equiavelente a 16 dias sem justificativa. Em comparação a Alvado Dias, Collor e D’ávila, os outros parlamentares faram 1,8% no Senado, enquanto a deputada faltou 1,6% das sessões na Assembleia Legislativa do RS.

No ano passado, o deputado já tinha diminuído pela metade as proposições de sua autoria, em relação a 2016. Em contrapartida, o parlamentar faltou menos que Collor em 2016, e menos que Maia em 2015.

Entre os 412 deputados eleitos, Bolsonaro também conseguiu aumentar sua posição entre a lista daqueles que mais faltam. Em 2016, ele estava no 123º lugar da lista, enquanto em 2017 subiu para o 24º lugar.Bolsonaro falta quatro vezes mais na Câmara desde que iniciou pré-campanha

Boa parte das faltas – metade, segundo a Folha – ocorreram em dias que Bolsonaro participava de agendas para divulgação de sua campanha para 2018, em viagens para eventos no Piauí, Rio Grande do Sul, Paraíba, Minas Gerais e Estados Unidos.

Além das sessões deliberativas, Bolsonaro teve falta de 70% nas reuniões da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, da qual faz parte e que representa áreas de seu interesse político. A presença nas sessões da comissão não são obrigatórias.

Jornal Midiamax