Política

Ao votar, Reinaldo Azambuja destaca campanha tranquila e com propostas

Candidato à reeleição, Reinaldo Azambuja (PSDB) chegou acompanhado da esposa na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, em Campo Grande por volta das 10h07 deste domingo (07). O governador aguardou na fila e já tinha terminado de votar às 10h25. Para Reinaldo, a sua campanha foi marcada pela tranquilidade e debate de propostas. “Acho que nós […]

Evelin Cáceres Publicado em 07/10/2018, às 11h31 - Atualizado às 13h33

Foto: Marcos Ermínio
Foto: Marcos Ermínio - Foto: Marcos Ermínio

Candidato à reeleição, Reinaldo Azambuja (PSDB) chegou acompanhado da esposa na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, em Campo Grande por volta das 10h07 deste domingo (07). O governador aguardou na fila e já tinha terminado de votar às 10h25.

Ao votar, Reinaldo Azambuja destaca campanha tranquila e com propostas
Reinaldo e a esposa (Foto: Marcos Ermínio)

Para Reinaldo, a sua campanha foi marcada pela tranquilidade e debate de propostas. “Acho que nós cumprimos nosso dever esses 3 anos e 10 meses de governar o estado no momento difícil, mais um momento que nos impôs responsabilidade. Mato Grosso do Sul está bem hoje, diferente da maioria dos estados brasileiros”, destacou.

O governador destacou que não há milagre na política. “Em política não tem milagre, não tem salvador da pátria, nem fada madrinha. Um momento difícil, mas que Mato Grosso do Sul como estado é um dos melhores da federação e equilíbrio fiscal e políticas públicas. Acho que isso tem um peso nas eleições”.

Reinaldo destaca que está ao lado de Geraldo Alckmin, mas diz que Bolsonaro também está na coligação. “Então não dá para dizer que o PSL não estava fazendo parte. Nós temos uma parte da militância que desde o primeiro turno já foi Bolsonaro”.

Jornal Midiamax