Política

Ala do PT pede antecipação de vice para substituir Lula nas eleições

Petistas veem poucas chances de Lula no pleito

Joaquim Padilha Publicado em 25/04/2018, às 13h06

(Foto: Arquivo)
(Foto: Arquivo) - (Foto: Arquivo)

Um grupo de petistas está se articulando para lançar um substituto de Lula (PT) à corrida eleitoral deste ano. Apesar de incerta, a situação do petista é vista como desfavorável pela ala, que defende uma segunda alternativa.

A informação é da Folha de S. Paulo. Reportagem publicada nesta quarta-feira (25) aponta que o grupo defende que, ao lançar a candidatura de Lula em 28 de julho, o PT também anuncie seu vice, que deverá substituí-lo caso ele se torne inelegível.

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e o ex-governador da Bahia, Jacques Wagner (PT), estão entre os favoritos. O anúncio entretanto vem sendo mantido para o dia 15 de agosto.

A antecipação é uma manobra sutil dos mais céticos do PT para abrir a discussão de substituir o pleito de Lula. Alas do partido ainda se mantém reticentes, e preferem não falar em nomes de vice para não enfraquecer a candidatura de Lula.

Nesta semana, o STF (Supremo Tribunal Federal) tomou decisões vistas como favoráveis ao ex-presidente. Uma delas foi enviar um recurso contra sua prisão à Segunda Turma, considerada menos dura.

O Supremo também decidiu pela retirada de trechos da delação da Odebrecht da tutela de Sérgio Moro. Os relatos de delatores da empreiteira foram enviados à Justiça Federal de São Paulo, longe do alcance do jurista.

Jornal Midiamax