Política

Aeroporto de Campo Grande recebe verba de R$ 40 milhões para ampliação e reforma

Na manhã desta terça-feira (11), em cerimônia realizada na Base Aérea, o prefeito Marquinhos Trad, acompanhado do Secretário de Estado, Carlos Assis, o presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira e do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB) apresentaram um orçamento de R$ 40 milhões para a reforma do aeroporto internacional de Campo […]

Vinícius Costa Publicado em 11/12/2018, às 15h56

Foto: Arquivo / Midiamax
Foto: Arquivo / Midiamax - Foto: Arquivo / Midiamax

aeroporto_18.jpgNa manhã desta terça-feira (11), em cerimônia realizada na Base Aérea, o prefeito Marquinhos Trad, acompanhado do Secretário de Estado, Carlos Assis, o presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira e do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB) apresentaram um orçamento de R$ 40 milhões para a reforma do aeroporto internacional de Campo Grande.

Segundo as autoridades, as reformas que devem durar até o meio do ano de 2020 não causará problemas no atendimento do aeroporto. As áreas de embarque e desembarque, despacho, recolhimento de bagagens receberão as melhorias.

“Essa obra da ampliação, não apenas a reforma, mas a ampliação podendo receber e transitar 80% a mais de seres humanos numa área que receberá 62% a mais de utilidade, vai nos enche de orgulho”, disse Marquinhos.

Antônio Claret Oliveira explica que foram enormes os esforços da empresa para conseguir os recursos e manter os investimentos na ampliação e modernização dos aeroportos que são gerenciados pela Infraero.

“Hoje é um dia para comemorarmos, vamos dar encaminhamento a essa grande obra para o Estado de Mato Grosso do Sul que estamos colocando no apagar das luzes [do governo Temer] ou do acender das luzes do próximo governo, um investimento de R$40 milhões, que é um investimento tão esperado pelos sul-mato-grossenses”.

Marun relembrou que durante as reuniões, uma das explicações mais claras que levaram adiante o projeto de reforma, era de que o aeroporto de Campo Grande “não tem a estrutura compatível e condizente com a mudança do nosso estado e da nossa cidade”.

“O recurso está empenhado, a licitação está em andamento e é uma obra garantida. Esse empenho aconteceu na sexta-feira”, disse o ministro que ressaltou que além do aeroporto de Campo Grande, outros dois também estão sendo avalizados para reforma: Navegantes e de Uberlândia.

Carlos Assis que representou o governador Reinaldo Azambuja, explicou que a obra trará melhorias para cidade na questão do turismo, além de criar segundo ele, uma quantia de pelo menos dois mil empregos.

“Nós iremos modernizar nosso aeroporto que é um cartão postal para aqueles que chegam a nossa cidade, iremos gerar empregos numa obra de um ano e meio”, finalizou.

Jornal Midiamax