Política

Deputado quer conscientizar população sobre ‘nomofobia’. Sabe o que é?

Projeto prevê campanha educativa sobre o problema

Ludyney Moura Publicado em 25/04/2018, às 13h10 - Atualizado em 26/04/2018, às 13h10

None

Nomofobia! O termo é recente, nasceu no Reino Unido (uma abreviação do termo inglês no-mobile-phone), e foi criado para se referir a pessoas que sentem pavor em ficar sem o celular, ou com ele indisponível. Em Mato Grosso do Sul isso pode integrar uma lei.

Um projeto apresentado nesta quarta-feira (25) pelo deputado estadual Felipe Orro (PSDB) quer instituir uma ‘Campanha de conscientização sobre os riscos da dependência de aparelhos de tecnologia eletrônica’.

“Não é nenhum exagero afirmar que o uso da tecnologia está interferindo com a vida cotidiana e a aprendizagem. Sendo assim, o medo de ficar incontactável, às vezes, prejudica. É importante a conscientização”, alegou o tucano.

A proposta cria campanhas em escolas e órgãos públicos estaduais, com proposição de ações educativas, como palestras e seminários, para conscientizar o sul-mato-grossense dos perigos da dependência em smartphones.

O acesso livre e irrestrito a aparelhos de celular, cada vez mais cedo já que crianças que sequer começaram a ser alfabetizadas se mostram aptas no trato com tecnologias, suscitou estudos ao redor do mundo sobre tal dependência e as consequências dela.

Jornal Midiamax