Política

Tereza Cristina diz que votou a favor de Temer para evitar ‘instabilidade’

Deputada falou que momento é de 'pensar no Brasil'

Midiamax Publicado em 03/08/2017, às 20h11 - Atualizado em 18/07/2020, às 00h38

None

Deputada falou que momento é de ‘pensar no Brasil’

A deputada federal Tereza Cristina (PSB), que recebeu a visita do presidente Michel Temer e votou pela rejeição da denúncia da Procuradoria Geral da República por crime de corrupção passiva, divulgou, nesta quinta-feira (3), uma nota justificando o voto.

No documento, ela fala que “é momento de pensar no Brasil” e que o afastamento do presidente da República poderia gerar nova instabilidade e agravar o cenário de crise econômica, com desemprego e queda de renda.

Ela ainda argumenta que a decisão da Câmara dos Deputados não significa o arquivamento ou encerramento do processo contra Temer.

Os votos da bancada de Mato Grosso do Sul a favor do presidente foram de Elizeu Dionízio (PSDB), Carlos Marun (PMDB), Geraldo Resende (PSDB) e Tereza Cristina. Os outros quatro deputados do estado votaram contra Temer.

A Câmara dos Deputados rejeitou a denúncia contra o presidente com 263 votos a favor do relatório que pedia a absolvição. Foram favoráveis a denúncia 227 parlamentares.

Confira a nota na íntegra:

Porque votei SIM!

Esclareço os motivos que me levaram a votar a favor do relatório da Comissão de Constituição e Justiça que considerou não haver provas que justifiquem processo contra o presidente Michel Temer.

1.  A decisão da Câmara dos Deputados de não autorizar, neste momento, a instauração de processo contra o presidente da República, não significa o arquivamento ou encerramento do mesmo, mas apenas a sua suspensão temporária. Quaisquer irregularidades, se confirmadas, serão julgadas e respondidas perante a Justiça, ao final do seu mandato, em 01 de janeiro de 2019;

2. É momento de pensar no Brasil. Começamos a ver, nos últimos meses, os primeiros sinais de retração na crise econômica que assola o País desde 2014, revertendo um quadro crítico de desemprego e queda na renda do nosso povo. O afastamento do presidente da República poderia gerar nova instabilidade e agravar este cenário tão severo para todos.

​Tenho a convicção de que precisamos nos unir, independentemente da posição político-partidária, para recolocar o Brasil no rumo do desenvolvimento.

Deputada Tereza Cristina

Jornal Midiamax