Política

Prefeito critica antecessores e promete auditoria no salário de servidores

A partir de setembro Prefeitura vai analisar folha de servidores

Ludyney Moura Publicado em 09/08/2017, às 13h03

None

A partir de setembro Prefeitura vai analisar folha de servidores

Durante evento ‘Sedesc Itinerante’, na manhã desta quarta-feira (9), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) teceu críticas a prefeitos que o antecederam no cargo, e revelou que entre 2013 a 2016 pelo menos 45 mil empregos deixaram de ser criados em Campo Grande.

“Campo Grande perdeu investimentos nos últimos quatros anos, também o prefeito foi afastado e o vice saiu preso, o prefeito retornou e não conseguiu consenso com a Câmara, esses contratempos e vaidade atrasaram Campo Grande quatro anos. Quem iria investir aqui?”, disparou Marquinhos.Prefeito critica antecessores e promete auditoria no salário de servidores

Para o prefeito, as muitas placas com anúncios de venda e aluguel de imóveis comerciais são a prova da falta de segurança de empresários de investir na Capital, bem como da consequente queda da economia local.

“Como resgatar isso? Dando celeridade na burocracia, que é o que estamos fazenda”, destacou.

O evento da Sedesc acontece no Polo Empresarial Oeste, onde existem 173 lotes (para empresas), sendo que 24 ainda estão disponíveis para doações. As fábricas e industrias do local empregam pouco mais de 4,5 mil trabalhadores, e a expectativa do município é ampliar os postos de trabalho.

Auditoria

O prefeito revelou ainda que a Prefeitura vai auditar a folha de pagamento dos servidores a partir do próximo mês. A intenção é evitar e coibir possíveis irregularidades, como pagamento a servidores que já morreram ou superfaturamento de salários.

(Matéria editada às 10h30 para acréscimo de informação)

Jornal Midiamax