Ex-governador destaca contribuição para educação

O ex-governador de Mato Grosso do Sul André Puccinelli (PMDB) classificou a atuação de Pedro Pedrossian no comando do Estado como “ousada e a frente do seu tempo”. Puccinelli e outros políticos do Estado acompanham o velório de Pedrossian, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

Puccinelli afirmou que o legado de Pedrossian é de “um fazedor”. O que mais chamou atenção do ex-governador em relação a Pedro Pedrossian foi a contribuição na educação, com a construção da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) também compartilha da opinião de Puccinelli quando o assunto é educação. Para ele, Pedrossian foi um “super-herói da coisa pública” e deixou um grande legado com a construção de universidades. O deputado também lembrou que a divisão de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul se tornou mais fácil para os moradores por conta de Pedrossian. “Se ele estava em MS, não tínhamos medo”.

Ex-prefeito da Capital, Nelson Trad Filho (PTB) afirmou que Pedrossian era um gestor com experiência de futuro. “Era um tocador de obras, não só fazia, ele realizava”. Nelsinho classifica o Parque das Nações Indígenas como principal obra de Pedrossian. 

Outro político que também acompanha a cerimônia é o ex-deputado estadual Ary Rigo, que estava há alguns anos longe dos holofotes e não falou com a imprensa.

‘Pedrossian foi governador ousado, a frente do seu tempo’, diz Puccinelli

A previsão é que o sepultamento ocorra por volta das 16h30, no Cemitério Parque das Primaveras, no Jardim Parati. 

(Editado às 20h15 para correção de informação)

ERRATA: Rigo não foi indicado pela PF por lavagem de dinheiro e contrabando de cigarro

Ao contrário do que o Jornal Midiamax informou em matéria anterior, o ex-deputado estadual de Mato Grosso do Sul Ary Rigo não foi apontado pela Polícia Federal como líder de organização criminosa que lavava dinheiro e contrabandeava cigarros integrante de organização criminosa de contrabando de cigarros.

A reportagem que noticiava a ida de Ary Rigo, após anos longo dos holofotes, no velório do ex-governador Pedro Pedrossian foi publicada na tarde desta terça-feira (22) e corrigida às 20h15 de ontem.

O Jornal Midiamax reitera seu compromisso com a verdade dos fatos, e reafirma sua prática de tratar com equidade e imparcialidade questões de relevância para a sociedade, mantendo sempre seus parâmetros de veracidade e princípios éticos e morais que regem o bom jornalismo.