Política

Na volta aos trabalhos, Assembleia improvisa ‘tapume’ em vidraça quebrada

Aviso na entrada proíbe armas de fogo

Ludyney Moura Publicado em 29/11/2017, às 12h29

None

Aviso na entrada proíbe armas de fogo

Um dia após a sessão tumultuada de votação da reforma da previdência, aprovada pelos deputados estaduais por 13 votos a 7, a Assembleia improvisou um tapume de madeira no local da vidraça quebrada durante os protestos.

Os cacos da porta de vidro chegaram a ferir alguns servidores, que foram à Casa protestar contra o projeto de reforma da previdência. Um servidor da educação lotado no município de Pedro Gomes teria sido o responsável por quebrar o vidro, e chegou a ser detido pelo fato.

Nesta quarta-feira (29), na entrada da Assembleia, além do pedaço de madeira fixado onde deveria estar a porta de vidro, há um aviso com proibição de acesso à Casa portando armas de fogo.

De acordo com a Coordenadoria de Segurança do legislativo estadual a norma já é antiga, e se aplica a servidores da segurança pública que desejam acompanhar os trabalhos parlamentares. O cidadão com porte precisa entregar sua arma na assessoria militar da Assembleia. 

Jornal Midiamax