Política

Lula diz que se não puder se candidatar, vai ser cabo eleitoral

"Vão me aguentar por muito tempo", disse ex-presidente

Joaquim Padilha Publicado em 09/08/2017, às 10h29

None

“Vão me aguentar por muito tempo”, disse ex-presidente

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, em uma viagem pelo estado de São Paulo, que dispões de “muita energia” para lutar pelas eleições em 2018, e que se não puder ser candidato por causa da Justiça, atuará como cabo eleitoral.

“Eles [opositores] devm estar pensando ‘O Lula já encheu o saco da gente por 40 anos, ele já está com 71 anos e daqui a pouco vai embora’. Mas eu quero dizer que vocês vão me aguentar por muito tempo”, declarou o ex-presidente.

O petista esteve na noite desta terça-feira (8) no município de Franco da Rocha, no interior paulista. Ele discursou para militantes do PT, e se comparou com uma “fênix”, ave da mitologia grega. “Eles não conseguem destruir a gente, que a gente ressurge das cinzas”, disse.

Lula lembrou do “mensalão” e da Lava-Jato, afirmando que são tentativas da oposição de destruir o PT, mas disse que mesmo assim o partido continua forte, com preferência de 20% dos eleitores. “Todos os partidos juntos não têm a metade dos votos que tem o PT. É disso que eles têm medo”, disse.Lula diz que se não puder se candidatar, vai ser cabo eleitoral

“Eles [opositores] precisam perceber que o PT é imortal, é um conjunto de ideias. A ideia que o PT significa é muita coisa, tendo no cerne da questão a vontade do povo de andar com as próprias pernas, pensar por si próprio. O povo quer fazer parte da história”, afirmou ou o ex-presidente.

Jornal Midiamax