Política

Há uma semana do recesso, Câmara não recebe projeto de reajuste dos enfermeiros

Projetos devem ser votados antes do recesso

Evelin Cáceres Publicado em 04/07/2017, às 14h04

None

Projetos devem ser votados antes do recesso

Presidente da Câmara de Campo Grande, o vereador João Rocha (PSDB) explicou nesta terça-feira (4) que a Câmara entra em recesso no fim da próxima sexta-feira (14), mas que ainda não recebeu de volta o projeto de reajuste dos enfermeiros municipais.

Além deste projeto, outros são solicitados pela Casa e se já tramitaram nas Comissões, devem ser votados antes do recesso. “Não queremos atrasar projetos por conta do recesso. Também não vamos aprovar no afogadilho. O dos enfermeiros, que sabemos que quando se trata de reajuste estamos lidando com o salário das pessoas, se chegar vamos fazer um esforço para votar”, explicou.Há uma semana do recesso, Câmara não recebe projeto de reajuste dos enfermeiros

O prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD) se reuniu na tarde desta segunda-feira (3) com representantes dos sindicatos dos médicos, enfermeiros e dentistas. A conversa dá sequência a negociação de reajuste salarial às categorias.

Projeto em relação aos enfermeiros e para servidores que se enquadram na chamada ‘referência 14’ estavam em pauta na Câmara Municipal, mas foram retirados pelo Executivo para alguns ajustes.

De acordo com o vereador Hederson Fritz (PSD), que é enfermeiro, a categoria pede que os benefícios sejam incorporados ao salário, ou seja, na prática não há aumento e sim, segundo ele, garantia dos direitos.

Jornal Midiamax