Ex-presidente do PMDB diz que prefere ficar na filantropia porque ‘política deteriorou’

Esacheu Nascimento foi representante regional da sigla
| 13/04/2017
- 18:16
Ex-presidente do PMDB diz que prefere ficar na filantropia porque ‘política deteriorou’

Esacheu Nascimento foi representante regional da sigla

O atual presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), mantenedora da Santa Casa, Esacheu Nascimento, falou sobre política ao Jornal Midiamax em visita a Assembleia Legislativa. Ele que é ex-presidente regional do PMDB afirmou que prefere ficar no trabalho filantrópico que está do que voltar para a política eleitoral, que ele considera estar deteriorada.

O ex-presidente peemedebista relatou que os políticos estão todos sendo vistos como corruptos atualmente. Ele ressalta que continua filiado no PMDB, mas não está acompanhando por causa do trabalho que assumiu na Santa Casa.

“Com minha atuação à frente do hospital, não dá para gente confundir as coisas. A política eleitoral, partidária, não está me motivando, pelo ambiente político que nós vivemos em Campo Grande. Esse ambiente se deteriorou. Hoje a gente vê que para a população não importa se o político é honesto. É tudo colocado no mesmo nível, como desonestos”, enfatizou.

Nascimento relembrou que sua função dentro da sigla é com a formação política. “Eu presido em Brasília o Concelho Curador da Fundação de Estudos Ulisses Guimarães. Este é meu vínculo hoje com o partido, nessa área de formação política”.

Segundo o presidente da Santa Casa, ele é mais útil trabalhando em uma entidade filantrópica. “No momento prefiro atuar com serviço diretamente ao povo. Sempre fui e sempre serei um militante social. Agora eu posso estar em um partido ou trabalhando fazendo esse trabalho diretamente com a população, isso me gratifica muito”.

Ao ser questionado de uma possível candidatura, Esacheu afirma que não é candidato e que seu compromisso é com a Santa Casa. 

Foto: Mariana Anjos / Midiamax

Veja também

Últimas notícias