Diretor da Funtrab lamentou desempenho da Capital na geração de emprego em MS

Campo Grande perdeu 367 postos de trabalho em março deste ano
| 25/04/2017
- 19:23
Diretor da Funtrab lamentou desempenho da Capital na geração de emprego em MS

Campo Grande perdeu 367 postos de trabalho em março deste ano

O diretor-presidente da Funtrab (Fundação Estadual do Trabalho), Wilton Acosta (PRB), ocupou a tribuna na Câmara de Campo Grande, na sessão desta terça-feira (25), para falar das ações do governo estadual para a Semana do Trabalhador, e lamentou o papel que Campo Grande, especialmente durante à gestão de Alcides Bernal (PP), tem ocupado na geração de emprego em MS.

Segundo Acosta, Mato Grosso do Sul foi o Estado que mais gerou empregos nos últimos 12 meses, e que o desempenho só não foi melhor no primeiro trimestre de 2017 porque Campo Grande perdeu 367 postos de trabalho no último mês de março.

“Precisamos de mais políticas públicas (de geração de emprego), para não amargar meses e meses de saldo negativo”, disse Wilton, que revelou que em março a cidade de Três Lagoas foi a maior geradora de postos de trabalho, seguida por Corumbá e Nova Andradina.

Diante do cenário de crise, o diretor da Fundação revelou também que em 2016 Mato Grosso do Sul gastou R$ 450 milhões com seguro desemprego, montante que chegou a R$ 120 milhões de janeiro a março deste ano.

O vereador Ayrton Araújo (PT) questionou o visitante sobre o investimentos do governo estadual feitos na Capital não aproveitados pelo município, mas não obteve resposta. (Editado às 15h40)

Veja também

Relator da Comissão Processante votou pelo arquivamento do processo, que recebeu dois pareceres favoráveis para continuação

Últimas notícias