Política

Desfibrilador poderá ser exigido em áreas com circulação de mil pessoas

Outros projetos estão na pauta de votação

Midiamax Publicado em 03/10/2017, às 11h31

None

Outros projetos estão na pauta de votação

Deputados estaduais votam, nesta terça-feira (3), mudanças em lei que prevê disponibilidade de desfibrilador externo em áreas com circulação igual ou superior a mil pessoas. Outras três propostas também integram a pauta.

Mesmo havendo legislação sobre o tema há doze anos, Felipe Orro (PSDB) pretende tornar visível a existência de desfibriladores em academias, arenas esportivas, centros comerciais, aeroportos, rodoviárias e universidades. Caberia aos responsáveis por esses locais capacitar sua equipe para operá-los, além de realizar manobra de ressuscitação cardiorrespiratória.

Em contrapartida, três projetos passam por nova análise antes de serem encaminhados para sanção ou veto do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).Desfibrilador poderá ser exigido em áreas com circulação de mil pessoas

Renato Câmara (PMDB), Antonieta Amorim (PMDB), Beto Pereira (PSDB), George Takimoto (PDT), Herculano Borges (SD), João Grandão (PT) e Marcio Fernandes (PMDB) propuseram a divulgação de notificação compulsória de violência contra a pessoa idosa nos serviços públicos e privados de saúde do Estado. Esta seria uma medida aplicada também a condutas omissivas.

Junior Mochi (PMDB) propôs denominar ‘Bento Macedo de Jesus’ trecho da MS-483, localizado no município de Paranaíba, que parte do entroncamento com a MS-497 até a divisa com o estado de Goiás, enquanto Mauricio Picarelli (PMDB) requer a criação da Medalha de Mérito ‘Educador Especial’, destinada aos profissionais da área que tenham prestado relevantes serviços à educação especial.

Jornal Midiamax