Política

Deputados rejeitam limite a cobrança de débitos por telefone

Proposta de limite para exame de idosos foi aprovada

Midiamax Publicado em 28/09/2017, às 16h28

None

Proposta de limite para exame de idosos foi aprovada

Deputados estaduais arquivaram, nesta quinta-feira (28), projeto que limitava a cobranças de débitos por telefone em Mato Grosso do Sul. Em contrapartida, eles foram favoráveis ao prazo de 15 dias para realização de exames em idosos na rede estadual de saúde.

Felipe Orro (PSDB) havia proposto a restrição de chamadas originadas de telefones fixos e móveis, nacionais ou locais, ao período comercial. A ideia era que o cliente não recebesse notificações aos sábados, domingos e feriados.

Houve divergência, suscitada em plenário, de que a medida impediria a comunicação das empresas sobre débitos em atraso aos seus clientes. Paulo Siufi (PMDB), um dos contrários, observou necessidade de debate prévio mais aprofundado. O peemedebista foi seguido por Paulo Corrêa (PR), Zé Teixeira (DEM), George Takimoto (PDT), Beto Pereira (PSDB) e os petistas João Grandão, Amarildo Cruz e Pedro Kemp.

Exame de idosos 

Antonieta Amorim (PMDB), Beto Pereira (PSDB), João Grandão (PT) e Renato Câmara (PMDB), por sua vez, conseguiram aval de seus pares para que exames de pessoas com mais de 60 anos sejam realizados no prazo máximo de 15 dias. Medida visa reduzir a demora no diagnóstico.

Também foram aprovados projeto do Poder Judiciário para incorporar aos cargos de técnico de nível superior a profissão de Estatístico, inclusão no calendário oficial de eventos do Estado do Dia Estadual da Prematuridade, comemorado em 17 de novembro, assim como declaração de utilidade pública da Associação dos Pequenos Produtores da Área Indiana do Projeto de Assentamento Savana, de Japorã.

Jornal Midiamax