Deputados estaduais temem que terceirização afete direito do trabalhador

Até peemedebista criticou pontos da matéria
| 23/03/2017
- 20:30
Deputados estaduais temem que terceirização afete direito do trabalhador

Até peemedebista criticou pontos da matéria

A aprovação, no plenário da Câmara dos Deputados, do projeto que autoriza a de forma irrestrita para qualquer tipo de atividade, casou temor entre os deputados estaduais sobre eventual perda de direitos dos trabalhadores.

Para o deputado Pedro Kemp (PT), a medida, que contou com apoio da base aliado do governo de Michel Temer (PMDB) é um golpe nos trabalhadores, que serão prejudicados com a medida.

“Isso acaba com todo direito do trabalhador. Não concorda com a desculpa de que gera mais emprego. Terceirizado não tem segurança junto à empresa. Mais uma crueldade do governo Temer”, disse o petista.

Outro que acredita que a medida, que permite terceirização em qualquer atividade da empresa, vai prejudicar a sociedade é o deputado Renato Câmara (PMDB).

“Independente do presidente (Temer) ser do meu partido, isso tem que ser muito bem discutido com a sociedade, porque retira direitos dos trabalhadores. Todo mundo vai ser prejudicado”, pontuou Câmara.

Apesar de acreditar que o projeto pode gerar mais empregos no país, o líder do governo na Casa, deputado Rinaldo Modesto (PSDB), também teme prejuízos ao trabalhador.

Um poucos a defender o projeto, o deputado Flávio Kayatt (PSDB), defendeu que as empresas terceirizadas tem mais condições de reunir profissionais especializados para atender a demanda do mercado. “Não vejo prejuízos para trabalhador”, finalizou. 

Veja também

Últimas notícias