Política

Deputado petista critica escola nas mãos da PM de Mato Grosso do Sul

Escola seria gerida pela Secretaria de Educação e pela PM

Midiamax Publicado em 26/10/2017, às 17h05

None

Escola seria gerida pela Secretaria de Educação e pela PM

Mestre em Educação, o deputado Pedro Kemp (PT) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (26), para criticar um projeto do governo de Mato Grosso do Sul de implantar escolas estaduais nos moldes militares.

“Militares gerindo as escolas é melhor assinar termo de incompetência. Tira aos policiais da rua, porque tem militar sobrando, e coloca os professores nela”, disse.

Em junho, a Polícia Militar nomeou uma comissão para estudar a criação do Colégio Tiradentes em Campo Grande, voltada ao ensino, esporte e disciplina.

De acordo com o líder do governo na Assembleia, Professor Rinaldo (PSDB), o ensino não será “militarizado”. A escola pública estadual seria gerida pela SED (Secretaria de Estado de Educação) e Polícia Militar.

“Não existe nada disso [de militarização]. Será administrada em consonância. Somos a favor da democracia. Não queremos militarizar nada”, afirmou.

Jornal Midiamax