Política

Contrário à reeleição, Reinaldo deixa decisão sobre 2018 para depois

Governador disse que não decide nada sozinho

Ludyney Moura Publicado em 13/12/2017, às 13h28

None

Governador disse que não decide nada sozinho

​O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reuniu parte da imprensa na manhã desta quarta-feira (13), na governadoria, para traçar um balanço de seu mandato, e falou sobre seu futuro político, deixando em aberto uma eventual candidatura no próximo ano.

O tucano disse que sempre se mostrou contrário à reeleição, desde a época em que ocupada uma cadeira na Câmara dos Deputados, e reafirmou sua posição na campanha de 2014, quando defendeu reforma política no país.

Na visão de Azambuja, o sistema político do país que permite a reeleição não funciona, pois faz com que o gestor público se preocupe mais com uma eventual campanha à reeleição do que o desenvolvimento satisfatório do mandato.

“Acho que isso é um grande mal. A gente precisa se preocupar com gestão, desenvolvimento e com as entregas”, explicou.

Apesar de se mostrar contrário à reeleição, o governador afirmou que a decisão sobre seu futuro político só acontecerá após o Carnaval de 2018, e que ainda pretende ampliar o debate com partidos aliados.

“Depende de uma conjuntura, ninguém faz eleição sozinho, não é o governador que decide sozinho”, finalizou. 

Jornal Midiamax