Com alterações, relatório da Reforma da Previdência será lido nesta terça

Cinco pontos devem sofrer alterações, adiantou relator
| 18/04/2017
- 15:25
Com alterações, relatório da Reforma da Previdência será lido nesta terça

Cinco pontos devem sofrer alterações, adiantou relator

Em café da manhã nesta terça-feira (18), no Palácio do Planalto, o deputado Arthur Maia (PPS), relator da na Câmara, irá apresentar o teor de seu parecer para o presidente da República Michel Temer (PMDB) e para deputados da base aliada.

Depois, o deputado deverá fazer a leitura de seu relatório na comissão especial da Reforma. Maia manteve-se toda a segunda-feira (17) ocupado com a conclusão do parecer sobre a proposta elaborada pelo governo Federal.

Cinco pontos devem ser alterados em relação ao projeto de Reforma da Previdência originário, além de outras mudanças ainda não anunciadas.

Um dos pontos que deve permanecer inflexível é a idade mínima para aposentadoria, que na Reforma foi estabelecida em 65 anos para homens e mulheres. No domingo (16), Maia se reuniu com Temer e afirmou ser esse um ponto mais alto da PEC. "Nós pretendemos que assim permaneça", exclamou o deputado.

O deputado sul mato-grossense Carlos Marun (PMDB) afirmou nesta segunda-feira que uma mudança no relatório de Maia é a diminuição do tempo de contribuição exigido para ter direito à aposentadoria integral, inicialmente insitituído em 49 anos.

O presidente Michel Temer concedeu entrevista à Rádio Jovem Pan nesta segunda, em que afirmou que as mudanças no projeto de revisão da Previdência podem tornar necessária uma nova reforma dentro de dez a quinze anos.

Entretanto, Temer aceitou que adaptações serão necessárias. Para ele as mudanças não se tratam de um recuo, e sim aumentam as possibilidades de que a Reforma seja aprovada pelo Congresso Nacional. 

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Veja também

Evento têm a presença confirmada de Simone Tebet, Ciro Gomes, Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva

Últimas notícias