Política

Aprovada, lei que prevê orçamento do Município segue para sanção do prefeito

Vereadores votaram em segunda discussão

Jessica Benitez Publicado em 04/07/2017, às 15h37

None

Vereadores votaram em segunda discussão

Os vereadores de Campo Grande votaram a aprovaram em segunda discussão a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o exercício financeiro do Município em 2018. O relatório e as 43 emendas apresentadas pelos legisladores foram lidos em plenário na última quinta-feira (29) e já havia passado pelas comissões pertinentes.

Agora a proposta segue para sanção do prefeito Marquinhos Trad (PSD). Ao todo foram apresentadas 97 emendas, mas incorporadas 43. Conforme já havia explicado o vereador Eduardo Romero (Rede) isso ocorre porque muitas vezes as ideias dos vereadores são iguais ou têm o mesmo objetivo.Aprovada, lei que prevê orçamento do Município segue para sanção do prefeito

O texto começou a ser discutido em agosto do ano passado, passou pelas pastas do Executivo, bem como pela sociedade civil organizada, para então chegar à Câmara Municipal.

Está prevista arrecadação de 3,4 bilhões para o ano que vem, número que representa queda de 3,46% se comparado com a LDO anterior. Serão aplicados 25% da receita oriunda de imposto na Educação, 15% na Saúde e 1% fica para Cultura. 

Jornal Midiamax