Política

VÍDEO: Zeca diz que desafio é Delcídio provar inocência no Conselho de Ética

"Acusações são sérias, pesadas e profundas"

Jessica Benitez Publicado em 23/02/2016, às 20h54

None
zeca.jpg

"Acusações são sérias, pesadas e profundas"

O deputado federal José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, avaliou as acusações contra o companheiro de partido, senado Delcídio do Amaral, como 'sérias, profundas e pesadas'. Ele acredita que o maior desafio será provar inocência ao Conselho de Ética, mas todos são inocentes até que se prove o contrário.

O ex-governador do Estado opina que depende tão somente do parlamentar conseguir reverter a situação, mas admite que a prisão “gerou constrangimento no Senado Federal. Conseguiu sair, mas está em prisão domiciliar, tem que ir da casa para o Senado e do Senado para casa”.

De qualquer forma a soltura realizada na última sexta-feira (19) lhe “permite articular melhor sua defesa”. Delcídio foi preso no dia 25 de novembro do ano passado acusado de tentar obstruir investigação da Operação Lava Jato. A denúncia partiu do filho do ex-diretor da Petrobras também preso, Nestor Cerveró.

O rapaz gravou conversa com o senador na qual ele oferecia R$ 50 mil à família para não ser citado durante delação premiada. Ao todo foram 86 dias encarcerado, incluindo natal, ano novo e aniversário. Confira a entrevista completa com Zeca do PT no vídeo.

Jornal Midiamax