Política

VÍDEO: ‘profeta do caos’, Delcídio entrega ao MP conversa de assessor e ministro

Senador rechaçou proposta de 'solidariedade' 

Ludyney Moura Publicado em 16/03/2016, às 12h22

None
delcidioprint.jpg

Senador rechaçou proposta de 'solidariedade' 

O Jornal Midiamax teve acesso aos áudios gravados por Eduardo Marzagão, assessor de Delcídio do Amaral (PT), durante encontro com o ministro da educação, Aloizio Mercadante (PT-SP) e ao vídeo onde o senador entrega a membros do MPF (Ministério Público Federal) detalhes de sua delação. Na conversa, promessas de apoio à soltura do sul-mato-grossense, já que a conversa aconteceu em dezembro de 2015.

Durante os dois áudios que vazaram do encontro, Mercadante afirma, durante todo o momento, que sua intenção é demonstrar ‘solidariedade e apoio pessoal e político’ ao sul-mato-grossense. A tentativa de contato é vista como uma afronta pelo senador.

“Já tinha tentado contato com minha mulher, ao ser contatado meu assessor, Eduardo Marzagão, ele foi ao encontro do ministro e, evidentemente, tomando os cuidados necessários”, disse Delcídio. Além dos dois encontros com Mercadante, um terceiro contato foi feito apenas com uma assessora do paulista.

Apesar da conversa ter despertado desconfiança de Delcídio, Mercadante não promete nenhuma ajuda mais contundente que poderia libertá-lo da prisão. “Vou tentar ajudar no que eu posso, dentro do governo e do partido. Eu quero ajudar no que eu puder, não adianta me pedir para não fazer o que não posso fazer. Veja lá o que você acha que ajuda e me passa que eu vejo a providencia que gente pode tomar”, diz o ministro.

Ele também recomenda ao assessor para aconselhe Delcídio a manter a delação sob sigilo.  “Ele devia esperar, deixa baixar a poeira, não ser um agente que desestabilize tudo. Sem não, vai sobrar responsabilidade para ele monumental”, afirma Mercadante, que chega ainda a prometer ajuda ao próprio Marzagão.

A família do senador é citada na conversa, problemas com supostos vídeos das filhas de Delcídio, que teria despertado a ‘ira’ do petista são rechaçados também pelo ministro. “Tem alguma coisa que podemos fazer por elas?”, questiona.

O objetivo da conversa era agilizar uma providência jurídica que pudessem garantir a soltura de Delcídio ainda em dezembro de 2015, o que não aconteceu.

A proposta de auxílio irritou Delcídio, que decidiu entregar o material gravado ao Ministério Público. “Sempre tive uma relação atritada com ele. Alguns dos meus enfrentamentos com Aloizio Mercadante foram públicos, nunca escondi isso, todo mundo sabe”, frisou Delcídio.

Caos

Delcídio concedeu uma entrevista na tarde da terça-feira (15) ao Jornal Folha de São Paulo, onde negou ser ‘vilão’ ou ‘bandido’, mas afirmou que era um ‘profeta do caos’. Ele também afirmou que o pedido de encontro por parte do ministro não era por amizade.

"Amigo? Ele é amigo da onça! Onde ele era meu amigo? Minha história toda no Senado é de briga com ele. Todo mundo sabe disso”, rebateu o sul-mato-grossense. 

Confira o vídeo da delação (AQUI)

Confira os áudios dos encontros entre Marzagão e Mercadante

Jornal Midiamax