Política

Vereadores se despedem e choram em última sessão da Câmara

Dos 29 atuais, apenas 11 foram reeleitos

Midiamax Publicado em 22/12/2016, às 17h53

None
mario_cesar.jpg

Dos 29 atuais, apenas 11 foram reeleitos

Despedida, balanço do mandato, agradecimentos e choros marcaram a última sessão do ano na Câmara Municipal de Campo Grande nesta quinta-feira (22). Dos 29 atuais vereadores da Capital, apenas 11 foram reeleitos para a próxima legislatura, 14 perderam a eleição e quatro não se candidataram.

Mario Cesar (PMDB) foi o que mais se emocionou durante seu discurso. Ele que era o presidente da casa nos primeiros anos agradeceu a todos e relembrou de alguns fatos. “Passamos por momentos muitos difíceis nestes quatro anos, mas tenho a certeza que fizemos o que tinha que ser feito, quando cassamos o prefeito Alcides Bernal”.

“Quando ocorre toda a reviravolta em que ele retornou e veio toda a investigação da Operação Coffe Break eu pensei em desistir de continuar na casa e então O atual presidente da casa, João rocha me disse pra não fazer isso e falou pra mim que iria honrar meu mandato a frente da Câmara. Só tenho a agradecer a ele em especial e a todos”, declarou muito emocionado Mario.

Carla Stephanini, do PMDB também se emocionou e fez outros se emocionarem. “Aqui eu posso dizer que aprendi muito e saio de cabeça erguida. Não foi possível continuar mas tenho a certeza ue fizemos um bom trabalho. A partir de 2013 nossa Campo Grande quebrou, mas acredito que a partir do ano que vem ela será recuperada”.

“O gigante está ferido mas não está acabado”. Assim começou a fala de Roberto Durães (PSC). “Eu não tive muito tempo na casa, mas tenham certeza que eu voltarei e com todas as forças. Agradeço a todos pela recepção. Aqui aprendi muito e compartilhei meu conhecimento também”, esclareceu ele ainda cantando uma música em que fala que irá voltar e que ele será lembrado.

Coringa relembrou que ele pode ser chamado para ocupar uma vaga na Câmara de Campo Grande e também em Brasília. “Aqui me despeço de todos com total sentimento de agradecimento. Não saio da política e vamos atrás de outros rumos. Sou suplente aqui na casa e também na Câmara Federal. Estou a disposição se for necessário. Obrigada a todos por esses últimos quatro anos”.

Fotos: Luiz Alberto / Midiamax

Jornal Midiamax