Política

Vereadores do PTB e PSD seguem indefinidos na composição de aliança

Contudo, as legendas já se acertaram na disputa para a prefeitura

Celso Bejarano Publicado em 04/08/2016, às 15h57

None
Vereadores do PTB conversando sobre o assunto ao término da sessão (Ffoto: Mariana Anjos/Midiamax)

Contudo, as legendas já se acertaram na disputa para a prefeitura

Vereadores de Campo Grande que integram as legendas do PTB e do PSD ainda não definiram se compõem, ou não, aliança na chapa proporcional. As duas siglas, contudo, já selaram acordo na disputa majoritária.

Ou seja, os dois partidos vão concorrer juntos na eleição para a escolha do prefeito. Mais ainda estão indecisos se ficam lado a lado por vaga na Câmara Municipal, ou concorrem em chapa pura, isto é, sem parceria.

Chiquinho, vereador do PSD, disse que a ideia da chapa na proporcional tem sido debatida, no entanto, ainda sem desfecho. A convenção dos dois partidos ocorrem nesta quinta-feira (4).

“Para o PSD, a chapa pura é interessante, mas junto, PSD e PTB, conseguiríamos eleger de seis a sete vereadores. Temos de avaliar os prós e contras”, disse Chiquinho. Hoje, o PSD conta com dois vereadores; já o PTB, cinco.

O vereador Saci, do PTB, disse que, mesmo com a convenção dos dois partidos [que definem as alianças e nomes dos candidatos] aconteça nesta quinta-feira, a montagem da chapa pode ser modificada até amanhã. Nota-se aqui que é forte a indefinição dos vereadores do PTB e PSD quanto à coligação.

Já o vereador Edil Albuquerque, do PTB disse que não conhecer “nem a metade” dos integrantes do seu partido e nem do PSD. Na prática, ele deixou a entender que sua legenda deve concorrer com chapa pura na eleição proporcional.

“Acho que tudo deve ser analisado, o que pode ser bom para uns pode ser ruim para outros”, disse Albuquerque.

Logo pela manhã, o presidente regional do PTB, ex-prefeito Nelsinho Trad disse que a sigla irá sair com chapa pura de vereadores e que siso será oficializado na convenção. Na mesma linha, afirmou o representante municipal do PSD, Robison Gatti, que também afirmou que irão sair com chapa pura na proporcional.

Jornal Midiamax