Política

Vereadores acham válido grande número de candidatos a uma vaga na câmara

Para eles isso da mais liberdade para o eleitorais

Midiamax Publicado em 09/08/2016, às 14h50

None
indice.jpeg

Para eles isso da mais liberdade para o eleitorais

Os vereadores de Campo Grande avaliam como sendo bom o grande número previsto de candidatos a uma cadeira na Câmara Municipal da Capital. O Jornal Midiamax publicou uma reportagem nessa segunda-feira em que traz a informação de que aproximadamente 720 pessoas irão disputar as 29 vagas no legislativo.

Para os parlamentares questionados sobre o assunto. É bom que haja essa oxigenação. “Vejo como sendo uma cosia antagônica, por que há uma crise política onde se fala no assunto e as pessoas não querem ouvir e ao mesmo tempo temos tantos interessados na função. Isso da a entender que estão querendo mudanças. Quanto mais gente melhor e dá mais opção aos eleitores. Acho bem válido”, disse o vereador Mário César, do PMDB.

“Acho importante que tenha grande número de candidatos. Sem dúvida é muito válido para dar opções para a população. O que tem que se tomar cuidado é com o oportunismo e temos o exemplo do cara que entrou com pedido para diminuir o salário dos vereadores que agora será candidato. Então ele vai devolver o salário dele se for eleito? Tem que tomar muito cuidado com o que fala”, destacou o parlamentar Paulo Siufi, também do PMDB.

O vereador Eduardo Romero, do Rede, disse que não facilita o processo mas é bom. “Vejo de forma positiva esse grande número de interessados. A democracia se faz com pluralidade. Quanto mais opções melhor. Não vejo problema quanto a isso por que a política não deve ser polarizada. Não facilita o processo mas para a democracia é importante”.

Para Lívio Leite, parlamentar pelo PSDB deveria ter mais gente do que essa quantia. “Vejo com ótimos olhos essa grande quantia, pois da muito mais liberdade para o eleitor escolher. Pra mim deveria ser uns mil candidatos. Só o fato de ter interessados na política já é um bom sinal”. “Pra mim também não vejo problema com esse número. É bom dar opções para os eleitores”, disse Carlão, do PSB.

Dados

Enquanto na eleição de 2012, 526 pessoas concorreram a uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande, neste ano, a quantidade aumentou cerca de 36,8%. São 720 interessados, aproximadamente, em uma das 29 cadeiras do legislativo municipal. Quantidade essa que será definida por 595.174 eleitores campo-grandenses.

Segundo informações obtidas em suas respectivas convenções partidárias, os partidos que devem sair com o número máximo de candidatos a vereador, 44, são: PSD, PTB, PSC, PTN, PPS, PP, PEN e PMN. Juntos PV e Rede também devem lançar 44 nomes, assim como DEM, PHS e PTdoB. Na mesma linha estão PDT, SD, PSL e PRB.

As demais siglas seguem com PSDB (37), PT (25), PRTB (3), PMB (6), PROS (43), PSTU (1), PCO (3), PSDC (16), PRP (11), PR (7), PCdoB (17), PSOL (12), PMDB (33) e PSB (22). Vale ressaltar que esses número não é oficial e pode sofrer alterações. Os partidos tem até o dia 15 de agosto para oficializarem as candidaturas na majoritária e proporcional.

Essa quantia não é oficial, pois pode mudar até a data limite para o registro de todas as candidaturas, que é o próximo dia 15.

Jornal Midiamax