Política

Senadores de MS criticam posse e querem impeachment de Dilma

Moka disse ser contra nomeação de Lula na Casa Civil

Ludyney Moura Publicado em 17/03/2016, às 15h03

None
moka12795325_1338645319494959_4817942605414910207_n.jpg

Moka disse ser contra nomeação de Lula na Casa Civil

Os dois senadores do Estado, os peemedebistas Waldemir Moka e Simone Tebet manifestaram sua posição contrária à aliança de seu partido com o Governo Federal e pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT).

“O Brasil atravessa um dos seus piores momentos e temos de fazer algo, com novo governo, com novos rumos para a economia”, afirmou Moka, que nesta quinta-feira (17) também defendeu, no Senado, o impeachment de Dilma.Senadores de MS criticam posse e querem impeachment de Dilma

O parlamentar, favorável ao rompimento da aliança do PMDB e do PT, também criticou a nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil (cuja posse já foi cancelada pela Justiça Federal).

Simone também afirmou ser favorável à saída de Dilma da presidência. “O governo erra ao não ouvir as ruas e nomear o ex-presidente Lula na Casa Civil para garantir a ele o foro privilegiado. Foram milhões de brasileiros clamando por mudança. Em Mato Grosso do Sul tivemos a maior manifestação no último domingo”, afirmou a senadora.Senadores de MS criticam posse e querem impeachment de Dilma

Para Moka, o governo encabeçado pelos petistas, Lula e Dilma pôs fim a princípios de crescimento econômico iniciados no Plano Real, e são os responsáveis pelos problemas econômicos que acometeram o país. 

Jornal Midiamax