Política

Secretário quer ser prefeito, mas diz que fará o que Reinaldo mandar

PSDB já tem quatro pré-candidatos a prefeito

Midiamax Publicado em 19/01/2016, às 11h24

None
12400852_941189442636637_7731429723366219431_n.jpg

PSDB já tem quatro pré-candidatos a prefeito

O secretário de Administração de Reinaldo Azambuja (PSDB), Carlos Alberto de Assis (PSDB), confirmou que também está na corrida tucana pela Prefeitura de Campo Grande. O secretário afirma ter vontade desde 1978, quando chegou aqui, mas pondera estar tranquilo e a espera de uma definição do partido.

“Não basta querer. Tem que poder”, brincou Carlos Alberto de Assis. Ponderado, disse que a vice-governadora Rose Modesto (PSDB) está na frente da fila. “Por mim ela (Rose) tem prioridade e está na frente. Tem experiência. Eu nunca participei de eleição. Mas, vai depender do partido”, concluiu.

Além do partido, Assis cita Reinaldo Azambuja como grande articulador e peça fundamental na definição. “Faço o que o Reinaldo mandar”, declarou. Além de Rose, Assis cita o secretário de Governo, Eduardo Riedel, como um dos nomes do partido para a eleição. Riedel também usa o mesmo discurso, de que está à disposição.

O PSDB não tinha tantos candidatos até chegar o ano da eleição. Em 2015, só Rose era citada como opção. Com o governo nas mãos, tucanos enxergam possibilidade maior de chegar à prefeitura, o que aumentou a expectativa e encorajou novos nomes.

O deputado estadual Beto Pereira também quer entrar na fila. Ele está filiado ao PDT, mas já anunciou que muda para o PSDB no dia 25 de janeiro. Indagado sobre pré-candidatura a prefeito de Campo Grande, ele disse que também está à disposição do partido. “Entro como o último da fila”, brincou. 

Jornal Midiamax