Política

Rose e Marquinhos lideram ranking de repasses para candidatos a vereador

Somados, valores chegam perto de R$ 200 mil  

Midiamax Publicado em 12/09/2016, às 20h46

None
receitas.jpg

Somados, valores chegam perto de R$ 200 mil  

Os candidatos Rose Modesto (PSDB) e Marquinhos Trad (PSD) lideram o ranking de repasses feitos aos candidatos a vereador em Campo Grande. Conforme o portal de divulgação de candidaturas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Rose, que também é quem mais arrecadou (R$ 930,6 mil), já repassou R$ 174 mil aos coligados e Marquinhos um total de R$ 25 mil. Somados todos os repasses dos 14 candidatos com registros deferidos, o valor total é de pouco mais de R$ 210 mil.

Rose Modesto (PSDB) é, até o momento, a candidata que mais repassou dinheiro para postulantes as vagas de vereador. Embora não exista nenhum valor repassado em seu CPF, o CNPJ criado para a campanha da tucana, já repassou exatos R$ 174,025,00, para um total de 89 candidatos da coligação.Rose e Marquinhos lideram ranking de repasses para candidatos a vereador

O maior beneficiado, até o momento, é o atual vereador Betinho, que tenta reeleição. Ele recebeu R$ 11,5 mil do valor total de doações. Como fonte dos recursos repassados ao vereador, consta que R$ 500 são originários da doação feita pela pastora Janete (PTdoB) e os demais valores, aparecem como fontes o 'fundo partidário' ou 'outros recursos'. Janete, cujo partido está coligado com Marquinhos Trad, doou total de R$ 405 mil para campanha de Rose.

Em seguida, com maiores valores recebidos do cadastro de Rose, aparecem os candidatos Clodoilson dos Santos Pires, Margali Picarelli, João Rocha e Elias Longo. Cada um deles, recebeu R$ 11 mil para campanha. Juari Lopes Pinto e Luciano Rodrigues Fernandes aparecem no final da lista, com recibos de R$ 500, cada.

Também candidato a prefeito, Marquinhos Trad (PSD) beneficiou 79 candidatos a vereador, com recursos oriundos do seu CNPJ. O valor total repassado em seu nome de campanha é de R$ 25.398,00 e os valores recebidos por cada um, variam entre R$ 800 e R$ 100.

Já o candidato Athayde Nery (PPS) aparece em terceiro lugar no repasse para candidatos a vereador. Inicialmente ele doou para sua própria campanha o valor de R$ 8,4 mil, e de seu cadastro aberto para eleição, transferiu R$ 1 mil para 10 candidatos, totalizando repasse de R$ 10 mil.

Adalton Garcia, candidato a prefeito pelo PRTB, transferiu R$ 1 mil para CNPJ de sua campanha. Consta em sua lista de beneficiados, dois candidatos a vereador, Rosangela Rosemari e Adeniro da Silva, que receberam R$ 180, cada um.

Carlos Alberto David, o Coronel David (PSC), doou para sua própria campanha R$ 35 mil. Deste total, consta apenas um repasse de R$ 250 para o candidato a vereador Alexandre Luiz dos Santos, do mesmo partido.

Marcos Alex, fez doação para si mesmo de R$ 5 mil e também consta repasse de R$ 130, feito de seu CNPJ de campanha para a candidata a vereadora Ana Claudia Salomão (PCdoB).

O atual prefeito Alcides Bernal (PP) aparece sem nenhum valor doado aos candidatos a vereador de sua coligação. Ele fez apenas a transferência de R$ 22 mil de seu CPF para a conta do próprio CNPJ, criado para as eleições.

Já o candidato Marcelo Bluma (PSC) consta como doador de R$ 36 mil para própria campanha, porém sem nenhum repasse para outro candidato. Na mesma condição, estão os candidatos Pedrossian Filho (PMB), com depósito de R$ 5,8 mil para sua campanha, e Suel Ferranti (PSTU), com deposito de R$ 350.

Ainda conforme consulta ao portal de registro de candidaturas do TSE, os candidatos Elizeu Amarilha(PSDC), Aroldo Figueiró (PTN), Arce (PCO), Rosana Santos (PSOL) não fizeram nenhum tipo de doação, nem de pessoa física, nem de jurídica. De todos candidatos citados, apenas Rosana Santos ainda não teve registro de candidatura deferido.

Jornal Midiamax