Política

Reinaldo revela encontro com ministro da Justiça com paciência ‘perto do fim’

Tucano não descarta acionar judicialmente a União

Ludyney Moura Publicado em 05/09/2016, às 17h14

None
img-20160905-wa0007.jpg

Tucano não descarta acionar judicialmente a União

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) revelou que terá um encontro amanhã, terça-feira (6), com o atual ministro da Justiça, Alexandre Moraes, para solicitar mais apoio do Governo Federal na segurança das fronteiras do Estado com países vizinhos.

“Como o governo mudou e o ministro Alexandre Moraes pediu um tempo, nos já demos o tempo necessário, que a paciência também tem fim. Vamos conversar por que queremos uma solução, senão vamos ingressar judicialmente contra o Governo Federal”, disparou o tucano.

Azambuja disse que esperava a presença de Moares no Fórum de Governadores, em Bonito, no último mês de agosto. Segundo o governador, o número de presos oriundos do tráfico internacional de drogas superlotam o sistema prisional do Estado.

“Isso tem uma responsabilidade da união, então nós vamos mais uma vez levar um documento e reiterar ao ministro que é importante a participação da união federal no apoio da proteção da fronteira e do apoio com sistema prisional com os presos do trafico internacional”, afirmou o governador.

O titular da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), José Carlos Barbosa, o Barbosinha (PSB), deve acompanhar o governador na agenda. Ele também já havia cobrado repasses da União para custeio de presos por crimes federais que cumprem pena em presídios estaduais. 

Jornal Midiamax