Política

‘Quem quiser que reclame na Justiça’, diz Bernal sobre ex-comissionados que não receberam

Prefeito afirmou que quem não trabalhou não merece receber

Guilherme Cavalcante Publicado em 28/01/2016, às 20h32

None
_mg_5809_copy.jpg

Prefeito afirmou que quem não trabalhou não merece receber

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), voltou a alfinetar os ex-servidores comissionados da Prefeitura, que atuaram durante a gestão de seu antecessor, Gilmar Olarte. Bernal destacou mais uma vez que os funcionários fantasmas não iriam receber o pagamento. "Quem não recebeu é porque não trabalhou, então, quem quiser que acione a Justiça", afirmou, durante agenda pública na tarde desta quinta-feira (28).

Desde o fim de agosto do ano passado, os ex-comissionados travam com a atual administração da Prefeitura uma batalha pelo pagamento dos acertos trabalhistas (férias e décimo terceiro) após o desligamento do quadro de funcionários da Prefeitura. Após atraso cerca de quatro meses, os pagamentos tiveram início em dezembro, de forma parcelada, para algumas faixas de indenização. Entretanto, muitas pessoas reclamam que ainda não receberam seus acertos.

Na ocasião, o prefeito também afirmou quem nem Gilmar Olarte seria pago. "Ele é um ladrão, um bandido, que esta sendo acusado de formação de quadrilha e que está proibido de entrar no paço. Quem não trabalhou não merece receber", concluiu.

Jornal Midiamax