Política

Puccinelli, Baird e mais 3 serão notificados sobre ação de improbidade

Todos devem apresentar defesa por escrito

Jessica Benitez Publicado em 29/01/2016, às 16h35

None
baird_1.jpg

Todos devem apresentar defesa por escrito

Nos próximos dias o ex-governador do Estado André Puccinelli (PMDB), o empresário João Baird, o ex-secretário de Estado de Fazenda Mario Sérgio Lorenzetto, o ex-adjunto da pasta André Luiz Cance, o ex-superintendente de Gestão da Informação Daniel Nantes Abuchaim, serão notificados para que dentro de duas semanas apresentem defesa à ação de improbidade administrativa ingressada pelo MPE (Ministério Público Estadual) na última segunda-feira (25). 

A notificação, conforme determinação do juiz Marcelo Ivo de Oliveira, será feita por oficiais de Justiça que já estão autorizados de fazê-las desde essa quinta-feira (28). Segundo o MPE, empresas ligadas a Baird, principalmente a Itel Informática, embolsaram mais de R$ 252 milhões do Executivo estadual com serviços terceirizados em sua maioria de forma irregular.

A ligação e entre o empresário e o Governo do Estado, de acordo com os autos, nasceu na década de 1990 e se fortificou nas duas gestões de Puccinelli. Enquanto três companhias supostamente ligadas ao empresário, Itel Informática, Digithobrasil Desenvolvimento de Software e Outsourcing e PSG Tecnologia Aplicada, abocanhavam contratos, o peemedebista e o PMDB conseguiam doações milionárias para financiar campanha eleitoral.

Os mesmos promotores de Justiça que compõem força-tarefa da Operação Lama Asfáltica, Thalys Franklyn de Souza, Tiago Di Giuliu, Fernando Zaupa e Cristiane Mourão, assinam a ação. De acordo o processo, a investigação é fruto de denúncia anonima feita em 2006 ao MPE sobre terceirização irregular.

Jornal Midiamax