Política

Projeto propõe período integral na jornada escolar

Integrado à comunidade escolar

Diego Alves Publicado em 04/08/2016, às 00h29

None
img20160712195157715173.jpg

Integrado à comunidade escolar

A Câmara analisa o Projeto de Lei 479/15, que prevê a oferta do período integral nas jornadas escolares da educação infantil e dos ensinos fundamental e médio. De autoria do deputado João Daniel (PT-SE), a proposta prevê:

   educação infantil a ser ministrada, preferencialmente, em tempo integral, devendo o Poder Público criar mecanismos de incentivos aos pais ou responsáveis para que esses optem pela jornada integral;

    ensino fundamental a ser ministrado progressivamente em tempo integral, dentro do espaço escolar ou fora dele, inclusive mediante outros profissionais que não somente os professores e integrado à comunidade escolar, observando o projeto pedagógico de cada escola;

   ensino médio que deverá incluir pelo menos quatro horas de trabalho efetivo em sala de aula, sendo progressivamente ampliado o período de permanência na escola, ressalvados os casos do ensino noturno e das formas alternativas de organização previstas em lei, a ser ministrado progressivamente em tempo integral, dentro do espaço escolar ou fora dele, inclusive mediante outros profissionais que não somente os professores e integrada a comunidade escolar, observando o projeto pedagógico de cada escola.

João Daniel afirma que a educação se encontra hoje no centro dos desafios e das oportunidades da sociedade brasileira para o século 21. “A ampliação da jornada escolar para tempo integral é o ponto central desse desafio, cujo escopo é a convergência (tão evidente) entre qualidade e equidade, desenvolvimento social e econômico e coesão social”, acrescenta.

O autor propõe que os recursos financeiros venham de royalties da exploração de petróleo e gás natural.

Tramitação

A proposta, que tramita em conjunto com outras 12 proposições e em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Educação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Jornal Midiamax