Política

Nelsinho garante candidatura de Edil, Otávio, Saci e demais petebistas

Três com mandato estão na lista de impugnados

Midiamax Publicado em 06/09/2016, às 12h01

None
_mg_4959_copy.jpg

Três com mandato estão na lista de impugnados

O partido PTB, representado no Estado pelo ex-prefeito Nelsinho Trad está com a maioria de seus candidatos a vereadores em Campo Grande em situação indeferida, ou seja, impugnada. Entre eles, estão três dos parlamentares petebistas com mandato, Otávio Trad, Francisco Saci e Edil Albuquerque. De qualquer forma, Nelsinho garante que eles vão buscar reeleição, assim como os demais que ainda não estão com cargos.

O presidente da sigla voltou a explica, como já havia sido publicado na semana passada pelo Jornal Midiamax, que este é apenas um problema de interpretação de acordo com a nova lei.

“Todos os vereadores que entraram no período da janela partidária estão dentro da lei, pois quando foi aprovada esta lei, ficou claro que o candidato teria que estar a seis no partido, antes da eleição e foi isso que ocorreu. A grande questão é que em nosso estatuto até então estava que deveria ser de um ano dentro da legenda para concorrer ao pleito, mas se temos uma lei maior, que foi aprovada no Congresso Nacional, ela automaticamente sobrepõe a menor que é a nossa interna”.

Ainda segundo o ex-prefeito, tudo isso será resolvido ainda esta semana e ele garante que nada mudará. “Estou super tranquilo com relação a isso. Cansou um transtorno claro, não só aqui em Mato Grosso do Sul, como em todo o pais dentro do PTB, mas outros partidos também estão com o mesmo problema. Acredito que ainda esta semana, como já recorremos ao TRE-MS [Tribunal Superior Eleitoral de Mato Grosso do Sul], teremos uma resposta favorável e todos estarão com situação deferida para a eleição de outubro”.

O representante estadual da legenda enfatizou que já obteve decisão favorável em alguns municípios. “Logo que mudaram a lei, o partido se adequou da a isso, dos seis meses, então de dez ações que ingressamos, nós já tivemos vitória em seis. O TRE, com um juiz de primeiro grau já deu decisão que o PTB tem razão em vários estados e aqui não será diferente”.

A janela partidária começou a valer no dia 18 de fevereiro deste ano, por um prazo de 30 dias. Neste período os detentores de mandato eletivo podiam troca de sigla sem o risco de serem cassados por infidelidade partidária. Edil Albuquerque deixou o PMDB e foi para o PTB no dia 11 de março, assim como Francisco Saci. Já Otávio Trad, se filiou ao partido do tio no último dia, 18 de março, deixando o PTdoB.

Jornal Midiamax