Política

MS e mais 12 Estados querem fim da aliança do PMDB com o PT

Decisão sairá no dia 29 de março

Ludyney Moura Publicado em 18/03/2016, às 12h25

None
cartatemer.jpg

Decisão sairá no dia 29 de março

A divulgação de uma carta do vice-presidente da República, Michel Temer, presidente nacional do PMDB, deixou claro que o partido caminha para romper a aliança com o PT. Na convocação para reunião do diretório, Mato Grosso do Sul e mais 12 Estados já optaram pelo rompimento.

Além de MS, os diretórios de Santa Catarina, Espírito Santo, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rondônia, Piauí, Distrito Federal, Acre, Maranhão, Bahia, Pernambuco e Tocantins apresentaram requerimento à Executiva Nacional sobre o rompimento da aliança.MS e mais 12 Estados querem fim da aliança do PMDB com o PT

Diante do pedido, Temer anunciou a reunião do Diretório Nacional para definição sobre o fim, ou não, da aliança com o PT, ficou para o dia 29 de março, no Plenário das Comissões da Câmara Federal, com o voto a partir das 16h30 (horário DF).

O diretório sul-mato-grossense, que em 2014 se dividiu no apoio à Dilma, já que o ex-governador André Puccinelli, principal liderança da sigla, fez campanha para a petista, já tornou pública sua opção pelo fim da aliança.

Os sul-mato-grossenses, que na Câmara dos Deputados agora são representados apenas por Carlos Marun, querem entrega de todos os cargos que o partido ocupa na esfera feral e imediato afastamento do governo Dilma. 

Jornal Midiamax