Política

Justiça pede outra prova para avaliar denúncia de propaganda eleitoral de Rose

Vídeo encaminhado estaria com baixa resolução

Midiamax Publicado em 02/09/2016, às 23h38

None
trems.jpg

Vídeo encaminhado estaria com baixa resolução

A coligação “Sempre com a Gente”, de Marquinhos Trad (PSD), entrou com pedido de representação contra a coligação de Rose Modesto (PSDB), que também disputa eleição, alegando que a mesma teria veiculado propaganda eleitoral irregular, porém a mídia apresentada como prova apresenta baixa resolução, impossibilitando análise pela Justiça Eleitoral.

Em decisão publicada no Mural Eletrônico do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), desta sexta-feira (2), a juiza Eucelia Moreira Cassal ressalta que “a mídia apresentada para comprovar a irregularidade apresenta baixa resolução, não se mostrando apta verificação da irregularidade apontada”.

Em razão disso, a magistrada dá prazo de 24 horas para que a coligação de Marquinhos apresente nova prova, que possibilite utilização como elemento de prova, sob pena de indeferimento da inicial.

Conforme a denúncia, a coligação Juntos por Campo Grande teria veiculado propaganda eleitoral gratuita de modo irregular no último dia 30 de agosto. A propaganda teria sido transmitida em uma das inserções pela televisão. 

Jornal Midiamax