Política

Investigado, Lula vai assumir a Casa Civil no governo de Dilma Rousseff

Primeira vez que ex-presidente assume ministério

Midiamax Publicado em 16/03/2016, às 14h15

None
lula_1_0.jpg

Primeira vez que ex-presidente assume ministério

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, deve assumir a Casa Civil na gestão de Dilma Rousseff (PT). A informação foi repassada pelo líder do PT na Câmara, deputado Afonso Florence, para a Agência Brasil. Lula assume a função que hoje é ocupada por Jaques Wagner.

O ex-presidente se reuniu por mais de quatro horas com Dilma na noite de ontem e hoje voltou ao Palácio do Planalto por volta das 9 horas. Além dele, se encontram no prédio o atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, da Fazenda, Nelson Barbosa, e da Educação, Aloizio Mercadante.

A indicação de Lula tem provocado muitas críticas da oposição, alegando que seria uma saída para fugir de processo. Caso assuma, Lula ganha foro privilegiado  e não será julgado pelo juiz que comanda a Lava Jato, Sérgio Moro.

Os aliados da presidente Dilma Rousseff torcem para que o ex-presidente assuma um ministério. Eles apostam na habilidade política dele para reverter a difícil situação de Dilma, que pode ser cassada em processo de impeachment que tramita no Congresso.

Recentemente Lula chegou a ser levado a Polícia Federal para depor. Ele é suspeito de ter ganhado um triplex e um sítio de empresas investigadas em desvios milionários do Governo Federal. Ontem, em novo capítulo da trama, o Governo Federal voltou a balançar, com divulgação da delação premiada de Delcídio do Amaral (PT).

Na delação o senador, que era líder do governo de Dilma, fez várias denúncias e acusou Dilma e Lula de tentarem prejudicar a investigação da Lava Jato. Ele apresentou, inclusive, um áudio de uma conversa de Mercadante com o assessor dele, onde ofereceria ajuda, desde que não fizesse delação premiada. 

Jornal Midiamax