Política

Deputado volta atrás e abre mão de licença para campanha

Guerreiro alega que vai conciliar eleição com mandato

Ludyney Moura Publicado em 21/09/2016, às 15h53

None
img_6282.jpg

Guerreiro alega que vai conciliar eleição com mandato

O deputado estadual e candidato a prefeito de Três Lagoas pelo PSDB, cidade distante 338 km da Capital, Ângelo Guerreiro, que havia revelado que pediria licença para se dedicar à campanha, voltou atrás e vai permanecer na Assembleia Legislativa.

“Foi uma decisão pessoal e vou fazer o possível para conciliar campanha com mandato. Já aguentei até agora, vou aguentar mais duas semanas”, disse Guerreiro, na manhã desta quarta-feira (21), durante sessão na Assembleia Legislativa.

Segundo o tucano, sua ausência na Casa poderia impor dificuldade de quorum na aprovação de projetos de interesse do governo. Guerreiro alega que por fazer parte do mesmo partido do governador Reinaldo Azambuja, ele precisa manter seu compromisso com o Executivo Estadual.

Licença

O também deputado Renato Câmara, candidato do PMDB à Prefeitura de Dourados, está de licença ‘por motivos pessoais’. Todavia, ele tem sido visto em campanha na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

A primeira licença de Renato ‘para tratar de assuntos de interesse particular’, concedida pela Assembleia, começou a valer no último dia 11 de agosto. Neste segundo pedido, de acordo com sua assessoria de imprensa, a licença iniciou nesta terça-feira (20) e segue até o dia 29 de setembro. o motivo seria o mesmo, resolver problemas pessoais.

No dia 29 deste mês, encerra o prazo para propaganda eleitoral na televisão e no rádio, já que as eleições ocorrem no próximo dia 02 em todo o país.

Jornal Midiamax