Política

Delcídio é esperado em votação que pode definir sua cassação na CCJ

Sessão extraordinária está marcada para esta segunda

Ludyney Moura Publicado em 09/05/2016, às 16h37

None
17124275099_e557191203_z.jpg

Sessão extraordinária está marcada para esta segunda

O presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal, José Maranhão (PMDB-PB), afirmou que espera a presença do senador Delcídio do Amaral (sem partido) ou de seus advogados na sessão extraordinária que vai votar o parecer favorável à sua cassação.

“Houve pedido de prorrogação de prazo e, democraticamente, concedemos o prazo de até hoje (segunda-feira, 9) às 16hs a comissão, extraordinariamente, votar em caráter definitivo, parecer favorável à cassação”, afirmou Maranhão.Delcídio é esperado em votação que pode definir sua cassação na CCJ

O presidente da CCJ revelou que espera que o senador, ou seus advogados, que fizeram a solicitação pela dilação do prazo de apresentação da defesa, apareçam na reunião do Conselho marcada para esta segunda-feira.

* Votação

A representação contra Delcídio no Conselho de Ética foi apresentada pela Rede Sustentabilidade e pelo Partido Popular Socialista (PPS). O parecer do Conselho de Ética recomendando a cassação de seu mandato por quebra de decoro parlamentar recebeu 13 votos favoráveis e nenhum voto contrário.

Então líder do governo no Senado, Delcídio foi preso preventivamente em novembro de 2015 por decisão do Supremo Tribunal Federal. Ele foi gravado oferecendo ajuda para a fuga do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, também preso na Operação Lava Jato, da Polícia Federal. Além da fuga, Delcídio ofereceu vantagens para evitar a delação premiada do ex-executivo da Petrobras.

Em fevereiro deste ano, o senador foi solto após uma delação premiada, em que acusa de corrupção dezenas de políticos de vários partidos, além de lobistas, funcionários públicos e empresários.

* com agência senado

Jornal Midiamax