Política

Cunha arquiva nove pedidos de impeachment contra Dilma e Temer

Sete contra a presidenta Dilma

Diego Alves Publicado em 05/04/2016, às 00h15

None
2016-899912763-201604011453231035.jpg_20160401.jpg

Sete contra a presidenta Dilma

Nove pedidos de impeachment apresentados à Câmara, sete contra a presidenta Dilma Rousseff e dois contra o vice-presidente Michel Temer, foram arquivados hoje (4) pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB).

Entre os pedidos arquivados, está o apresentado na última sexta-feira (1º) contra Temer pelo ex-governador do Ceará Cid Gomes.

“Hoje despachei nove [pedidos de impeachment], ainda faltam alguns contra a presidenta Dilma, uns cinco ou seis que ainda não houve tempo de despachar”, disse Cunha a jornalistas.

Em relação ao rascunho do voto do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello, vazado na sexta-feira, determinando que a Câmara aceitasse denúncia contra o vice-presidente Michel Temer, Cunha disse que, se a decisão do ministro for realmente essa, a Câmara vai recorrer da decisão.

“O plenário [do STF] não mudará o entendimento que já teve. Certamente o plenário vai rever essa decisão [do ministro] se ele vier a proferir”, disse Cunha. A Câmara já enviou ao STF um ofício antecipando as informações que teria que prestar à Corte caso Marco Aurélio levasse adiante a manifestação que constava no rascunho divulgado por engano.

Jornal Midiamax