Política

Câmara Comunitária retorna a locais visitados na Capital e diz não ver melhorias

Das reivindicações, apenas uma foi atendida

Evelin Cáceres Publicado em 04/05/2016, às 14h52

None
img-20160504-wa0006.jpg

Das reivindicações, apenas uma foi atendida

A Câmara Municipal de Campo Grande realizou nesta quarta-feira (4) a terceira parte do projeto Câmara Comunitária, após visitar os locais e realizar blitz surpresa, e verificou que das reivindicações feitas para reparos e melhorias, apenas um vazamento de rua no Jardim Carioca foi resolvido.

Os vereadores se dividiram em dois grupos para revisitar escolas, creches, postos, ruas e praças da região oeste da cidade e constataram que a maioria das reivindicações de reparos não foi atendida pela Prefeitura de Campo Grande.

De acordo com o presidente da Câmara, vereador João Rocha (PSDB), o serviço público continua precário. “O mesmo trabalho será feito na semana que vem. Vamos visitar os locais, fazer blitze e depois retornar para ver se as mudanças foram feitas”, explicou.

O grupo do vereador retornou a Escola Municipal Sebastião Lima, Ceinf Serradinho, UBDF Serradinho, serviço de tapa-buraco da Rua 7, no Nova Campo Grande, Escola Municipal Fauze Gatass Scaff e a praça do Nova Campo Grande.

Os vereadores Chiquinho Telles (PSD) e Edson Shimabukuro (PTB) foram a Escola Municipal Ione Catarina, Ceinf Maria Prata, a praça inacabada do Jardim Noroeste, Escola Municipal Rachid Saldanha e a uma erosão na Rua Martin Sá.

Jornal Midiamax