Política

Ao lado de Dilma e depois em protesto, deputado é criticado por ‘trocar de lado’

Resende usou rede social para esclarecer assunto

Jessica Benitez Publicado em 15/03/2016, às 21h50 - Atualizado em 17/07/2020, às 23h52

None
resende.jpg

Resende usou rede social para esclarecer assunto

Montagem mostrando foto do deputado federal Geraldo Resende (PMDB) ao lado da presidente da República Dilma Rousseff (PT) e outra em que ele está no protesto contra o governo do PT no último domingo (15) causou polêmica nas redes sociais. Internautas compartilharam argumentando que o parlamentar mudou de opinião depois dos escândalos envolvendo petistas.

Em resposta Resende, que dizem nos bastidores estar com 'um pé' no ninho tucano, publicou imagem ao lado do senador Aécio Neves e do governador do Estado Reinaldo Azambuja, ambos do PSDB.

“Começou a baixaria! Gente, tem pessoas fazendo um escarcéu por causa de uma foto em que apareço com a presidente Dilma, tirada em agosto de 2011. Foi uma foto institucional, de um evento de grande significado para Dourados, quando conquistamos o Instituto Técnico Federal para a cidade, que inclusive já está funcionando”.Ele continua a mensagem afirmando que deixou a base aliada ao governo há muito tempo por discordar da corrupção e da forma como o país é conduzido.

“Inclusive, nas últimas eleições presidenciais, fui contra a aliança do PMDB com o PT. Sendo voto vencido, apoiei no primeiro turno o falecido candidato Eduardo Campo e depois a candidatura Marina Silva (no primeiro turno). No segundo turno, estive com o senador Aécio Neves, conforme demonstram essas fotos, publicadas na imprensa, na época. Portanto, amigos, cuidado com a baixaria comandada por pré-candidatos a prefeito e vereadores, que têm medo de nos enfrentar no debate de alto nível”.

Jornal Midiamax